JavaScript não suportado

Países com parcerias: França; Portugal; Espanha; Cuba; Itália; Bélgica; Reino Unido; Suíça; Holanda; Uruguai; Canadá; Argentina; Estados Unidos;

 

A UFRPE tem uma forte tradição na formação de recursos humanos e pesquisa científica, voltadas às ciências agrárias e veterinárias, desde os primórdios de sua criação. Um considerável percentual de seus PPGs pertence a estas áreas de conhecimento, atuando de forma integrada na busca do conhecimento da biodiversidade e da melhoria do processo produtivo e uso sustentável dos recursos naturais, de Pernambuco e da região Nordeste, especialmente na caatinga, foco da atuação de vários PPGs, os quais se dedicam ao estudo de diversos aspectos relacionados ao tema em questão, a saber: PGPV - exploração racional dos recursos vegetais; PGEA – manejo e monitoramento ambiental integrado, recuperação de solos (áreas degradadas e ambientes protegidos); PPGMV – filogenia de doenças infecciosas (suínos e bovinos), identificação de antivirais, desenvolvimento de produtos com atividade antitóxica (plantas de importância para a pecuária); PPGB – composição, conservação e manutenção sustentável da biodiversidade vegetal; PPGCS – microbiologia e poluição, recuperação de solos degradados, atividades antrópicas agropecuárias, urbanas ou industriais; PPGAMGP – conservação de recursos genéticos nativos e naturalizados, produtividade agrícola, fitomelhoramento de culturas alimentares, olerícolas, floríferas, frutícolas, agroenergéticas; PPG-RPAQ - manejo da produção aquícola e de recursos aquáticos vivos focados na conservação da biodiversidade, sustentabilidade e redução de impactos; RENORBIO – biotecnologia em agropecuária, baseada na genética e trangênese, sanidade, e conservação e multiplicação de germoplasma; PPEAMB – conservação de recursos naturais, controle e prevenção da poluição, tecnologias para manejo de problemas ambientais no sistema água-solo-atmosfera; PPGDITM – produtos naturais utilizados na indústria farmacêutica, alimentícia, cosmética e revestimentos; PDIZ – uso de recursos forrageiros, dietas, manejo de rebanhos, aproveitamento de recursos genéticos animais/vegetais, inovação e uso de tecnologias eficientes em sistemas de produção; PPGETNO – biodiversidade regional, manejo/conservação de recursos naturais, desenvolvimento sustentável e crescimento de sistemas; PPGEA – manejo de pragas em hortaliças, grandes culturas e frutíferas; PPGF - biologia/ecologia e taxonomia de fitopatógenos, manejo de doenças, em culturas de expressão econômica; e PPGPA – manejo de solo e água, epidemiologia e controle de pragas e patógenos e tecnologias de produção de baixo impacto.

 

OBJETIVOS

Objetivo

Ampliar e consolidar a internacionalização de programas que pesquisam aspectos ligados à biodiversidade e sustentabilidade do uso de recursos naturais

Descrição 

O objetivo desta ação é a ampliação e consolidação das parcerias internacionais dos PPGs ligados à área de biodiversidade e sustentabilidade do uso de recursos naturais, envolvendo atividades recíprocas entre os PPGs e seus parceiros. Estas incluem a realização de missões de professores brasileiros para atuais e futuras instituições parceiras no exterior, a complementação da formação de doutorandos dos PPGs nas instituições parceiras no exterior e a vinda para o Brasil, de pesquisadores estrangeiros. PPGs envolvidos: Biotecnologia, Botânica, Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Medicamentos, Engenharia Ambiental e Etnobiologia e Conservação da Natureza As linhas de atuação e instituições parceiras dos PPGs participantes são: RENORBIO – Linhas: biotecnologia em agropecuária, baseada na genética e trangênese, sanidade e conservação e multiplicação de germoplasma – Parceiros: Louisiana State Univ. (EUA); Univ. Degli Studi Di Genova (Itália); Univ. de Cambridge (Reino Unido). PPGB – Linhas: composição, conservação e manutenção sustentável da biodiversidade vegetal - Parceiros: Royal Botanical Kew Gardens, Univ. de Exeter e Portsmouth (Reino Unido). PPGDITM – Linhas: produtos naturais utilizados na indústria farmacêutica, alimentícia, cosmética e revestimentos – Parceiros: Univ. d’Orléans (França). Univ. de Gramna (Cuba); Univ. de Lisboa (Portugal) PPEAMB – Linhas: conservação de recursos naturais, controle e prevenção da poluição, tecnologias para manejo de problemas ambientais no sistema águasolo-atmosfera – Parceiros: Univ. TAMU (EUA); Univ. de Palermo (Itália); IRD (França). PPGETNO – Linhas: biodiversidade regional; manejo e conservação de recursos naturais; desenvolvimento sustentável e crescimento de sistemas – Parceiros: Univ. Illinois e California (EUA); Univ. de Comahue (Argentina).

Objetivo

Ampliar e consolidar a internacionalização de programas que se dedicam a pesquisas relacionadas à produção agrícola

Descrição

O objetivo desta ação é a ampliação e consolidação das parcerias internacionais dos PPGs ligados à área de produção agrícola, envolvendo atividades recíprocas entre os PPGs e seus parceiros. Estas incluem a realização de missões de professores brasileiros para atuais e futuras instituições parceiras no exterior, a complementação da formação de doutorandos dos PPGs nas instituições parceiras no exterior e a vinda para o Brasil, de pesquisadores estrangeiros. PPGs envolvidos: Ciência do Solo, Engenharia Agrícola, Entomologia Agrícola, Fitopatologia, Melhoramento Genético de Plantas, Produção Agrícola e Produção Vegetal As linhas de atuação e instituições parceiras dos PPGs participantes são: PPGCS – Linhas: microbiologia e poluição, recuperação de solos degradados, atividades antrópicas agropecuárias, urbanas ou industriais – Parceiros: North Carolina State University, Texas A&M University, University of Florida (EUA); Universidad Santiago de Compostela (Espanha); IRD (França). PPGEA – Linhas: manejo de pragas em hortaliças, grandes culturas e frutíferas – Parceiros: Univ. van Amsterdam (Holanda); Univ. de Exeter (Reino Unido - RU); Kansas State Univ. (EUA); Univ. Politécnica de Madrid (Espanha) PGEA – Linhas: manejo e monitoramento ambiental integrado, recuperação de solos (áreas degradadas e ambientes protegidos) – Parceiros; Univ. California - Davis, Flórida, Duke e TAMU (EUA); Univ. de La Coruña e Santiago de Compostela (Espanha). PPGF – Linhas: biologia, ecologia e taxonomia de fitopatógenos, manejo de doenças, em culturas de expressão econômica – Parceiros: Univ. Politécnica de Madrid, Politécnica de Valencia e de Salamanca (Espanha); Univ. Louisiana State e Clemson (EUA). PPGAMGP – Linhas: conservação de recursos genéticos nativos e naturalizados, produtividade agrícola, fitomelhoramento de culturas alimentares, olerícolas, floríferas, frutícolas, agroenergéticas – Parceiros: Univ. Virginia e TAMU (EUA); Univ. de Bolonha (Itália). PGPA – Linhas: manejo de solo e água, epidemiologia e controle de pragas e patógenos e tecnologias de produção de baixo impacto ambiental – Parceiros: Univ. Wisconsin, Duke e TAMU (EUA); IRD (França) PGPV – Linhas: exploração racional dos recursos vegetais – Pparceiros: Univ. TAMU e California –Davis (EUA); IRD (França).

Objetivo

Ampliar e consolidar a internacionalização de programas que se dedicam a pesquisas relacionadas à pecuária e à exploração de recursos pesqueiros

Descrição

O objetivo desta ação é a ampliação e consolidação das parcerias internacionais dos PPGs ligados à área de pecuária e recursos pesqueiros, envolvendo atividades recíprocas entre os PPGs e seus parceiros. Estas incluem a realização de missões de professores brasileiros para atuais e futuras instituições parceiras no exterior, a complementação da formação de doutorandos dos PPGs nas instituições parceiras no exterior e a vinda para o Brasil, de pesquisadores estrangeiros. PPGs envolvidos: Biotecnologia, Medicina Veterinária, Recursos Pesqueiros e Aquicultura e Zootecnia RENORBIO – Linhas: biotecnologia em agropecuária, baseada na genética e trangênese, sanidade e conservação e multiplicação de germoplasma – Parceiros: Louisiana State Univ. (EUA); Univ. Degli Studi Di Genova (Itália); Univ. de Cambridge (Reino Unido). PPGMV – Linhas: filogenia de doenças infecciosas (suínos e bovinos); identificação de antivirais; desenvolvimento de produtos com atividade antitóxica (plantas de importância pecuária) – Parceiros: Univ. Ohio State, Georgia, Iowa State, Louisiana State, Rutgers, TAMU, (EUA); Univ. de Provence e AgroParisTech (França); Univ. Complutense de Madrid, de León, Católica de Valencia e Autônoma de Barcelona (Espanha); Univ. de Colúmbia e Guelph (Canadá). PPG-RPAQ – Linhas: manejo da produção aquícola e de recursos aquáticos vivos focados na conservação da biodiversidade, sustentabilidade e redução de impactos – Parceiros: Univ. Miami, Virginia Institute of Marine Science, National Marine Fisheries Service, New Southeast – Florida (EUA); Univ. La Coruña (Espanha). PDIZ – Linhas: uso de recursos forrageiros, dietas, manejo de rebanhos, aproveitamento de recursos genéticos animais/vegetais, inovação e uso de tecnologias eficientes em sistemas de produção – Parceiros: Univ. Texas A&M (TAMU), Florida, California - Davis e California Polytechnic State (EUA); Aveiros (Portugal).